Páginas

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Feliz dia do AMIGO


Pra quem não sabe, hoje, 20 de julho é comemorado o dia do AMIGO!

Deixo pra vocês um poema do Vinícius de Moraes lindo de morrer!










SER SEU AMIGO
Se eu morrer antes de você, faça-me um favor. 
Chore o quanto quiser, mas não brigue com Deus por Ele haver me levado. 
Se não quiser chorar, não chore. Se não conseguir chorar, não se preocupe.
Se tiver vontade de rir, ria. Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente a sua versão. 
Se me elogiarem demais, corrija o exagero. Se me criticarem demais, defenda-me. 
Se me quiserem fazer um santo, só porque morri, mostre que eu tinha sim um pouquinho de santo, mas estava longe de ser o santo que me pintam. 
Se me quiserem fazer um demônio, mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas que a vida inteira eu tentei ser bom e leal amigo.
Se falarem mais de mim do que de Jesus Cristo, chame a atenção deles.
Se sentir saudade e quiser falar comigo, fale com Jesus e eu ouvirei.
Espero estar com Ele o suficiente para continuar sendo útil a você, lá onde estiver.
E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase : ' Foi meu amigo, acreditou em mim e me quis mais perto de Deus !'  Aí, então derrame uma lágrima. 
Eu não estarei presente para enxuga-la, mas não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar. 
E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de minha nova tarefa no céu.
Mas, de vez em quando, dê uma espiadinha na direção de Deus.
Você não me verá, mas eu ficaria muito feliz vendo você olhar para Ele.
E, quando chegar a sua vez de ir para o Pai, aí, sem nenhum véu a separar a gente, vamos viver, em Deus, a amizade que aqui nos preparou para Ele.
Você acredita nessas coisas ? Sim??? Então ore para que nós dois vivamos como quem sabe que vai morrer um dia, e que morramos como quem soube viver direito.
Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo.
Eu não vou estranhar o Céu . . . Sabe por quê? Porque ser seu amigo já é um pedaço dele !


Vinícius de Moraes




Feliz dia do AMIGO!!!!!!!!

BIAH




terça-feira, 10 de julho de 2012

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Clássicos do Rock

                           
Faltam exatos sete dias para o dia do Rock!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E pra alegria dos roqueiros de plantão e simpatizantes, vou postar aqui alguns clássicos da história do rock em minha opinião.

Em primeiro lugar: Nirvana

A banda norte americana que arrasou na cena grunge da década de 80 e 90. Além de mandar muito bem no rock’n roll, o Nirvana contava com o roqueiro mais lindo de todos os tempos: Kurt Cobain, que se suicidou em 1994.
 "Smells Like Teen Spirit", o primeiro single do segundo álbum da banda, Nevermind, foi um dos responsáveis pelo sucesso inesperado do Nirvana e é a melhor musica deles em minha opinião.



Em segundo lugar: Guns ‘N Roses
                   
Formada em 1985, a banda de estilo  hard rock já vendeu cerca de 100 milhões de cópias no mundo todo. Contando com uma das melhores vozes do mundo do rock, a do gatíssimo Axl Rose, o Guns marcou história.
"Sweet Child o' Mine" foi o primeiro single dos Guns N' Roses a atingir o primeiro lugar na Billboard Hot 100, durante duas semanas em Setembro de 1988. Não era pra menos né.
                                        
  Em terceiro lugar: Aerosmith
                                                             
Também seguindo um estilo hard rock, a banda foi fundada em Boston em 1970.
Considerada "A Maior Banda de Rock and Roll da América”, a Aerosmith vendeu cerca de 150 milhões de álbuns ao redor do mundo.
“I Don't Want To Miss A Thing”, composta por Diane Warren, foi cantada pela banda na trilha do filme Armageddon. A repercussão foi tanta que passou a ser o maior sucesso da banda.
By: Biah

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Política X Politicagem

Penso que em tempos de tanta corrupção e falta de ética, é bom parar e analisar um pouco nossos conceitos sobre “política”.

Acho que o problema das pessoas é não entender a diferença entre política e politicagem.
A política faz o país ir pra frente (ou pelo menos esse é o objetivo),organiza a instituição para não gerar “caos”.Mas quem não sabe nada do assunto, acha que política se resume a essa “sujeirada” que vemos hoje em dia, ou seja: POLITICAGEM.
Enquanto não começarmos a dar à política a importância que ela realmente tem as coisas só vão piorando.

No meu tempo, falar política era proibido na sala de aula. Mas se na escola não podemos aprender isso, vamos aprender onde? A política deve sim ser inserida na educação e conseqüentemente na vida das pessoas, mas da maneira certa.

As pessoas pensam assim: político é tudo igual, então vou anular meu voto ou votar em branco, aí não ajudo nem um nem outro.

Gente, que ignorância é essa? Agindo assim, você só prejudica a você mesmo. Se você renega seu direito de cidadania, não vai ter o direito de reclamar depois. 



Tem gente que fica levando política pro lado pessoal, familiar, e é por isso que as coisas não funcionam.

O candidato eleito, não tem que ser bom pra mim, tem que ser bom pro município, pro estado e pro país como um todo.

Se o país vai bem, nós vamos bem também.

Porque não esquecer a rivalidade e pensar no progresso?

Porque não correr atrás do que queremos e lutar por isso com dignidade?
Porque, a exemplo dos jovens que "pintaram a cara" e foram para as ruas protestar em 1992, nós também não tentamos fazer uma revolução no país?
Quem não se insere nas coisas, não se informa, não colabora, não fala, não deixa transparecer sua opinião, quem tem medo de ir contra o “sistema” acaba ficando pra trás.



Se você quer um milagre, seja o milagre!


Se você quer progresso, seja o progresso!




segunda-feira, 25 de junho de 2012

"Abaixo a homofobia"


Você sabia que o Brasil é o campeão mundial em assassinatos de homossexuais, sendo que a cada três dias um homossexual é barbaramente assassinado, vítima da homofobia?
Pois é! Infelizmente ainda somos obrigados a conviver com esse tipo de preconceito.

Mas, um pouco pior que isso: você sabia que homossexuais não podem doar sangue? E eu não me refiro aos infectados ou que não se adequam as exigências. Eu me refiro a todos os homossexuais com vida sexual ativa, sem exceção.
“Heterossexuais não podem doar sangue por um ano caso tenham mais de uma parceira sexual. Entre os gays, no entanto, a regra dos 12 meses vale mesmo que eles tenham parceiro fixo. Segundo o ministério da Saúde, a medida é necessária porque a situação de vulnerabilidade para a infecção pelo vírus HIV entre homens homossexuais é maior.”

Só porque o vírus da AIDS tem maior repercussão entre grupos homossexuais, não quer dizer que as outras pessoas estejam imunes do vírus. Todo mundo sabe que AIDS hoje em dia, não é exclusividade de grupo nenhum.


No Brasil apenas 1,5 % da população doa sangue voluntariamente, o que significa que milhares de pessoas morrem por falta de transfusão. Infelizmente faltam doadores e sangue no estoque dos hospitais.

Mas, se um homossexual tiver a iniciativa de salvar uma vida e assumir que tem praticas homossexuais ele é barrado porque seu sangue apresenta “riscos”.

Gente, todo sangue apresenta riscos até que sejam feitos todos os exames necessários. Após ser coletado, o sangue passa por uns seis testes até ser liberado para transfusão.





O programa CQC da band fez uma matéria super interessante sobre o assunto alguns dias atrás. Você pode assistir ao vídeo clicando aqui.


Sinceramente essa foi uma das piores informações que tive nos últimos anos.
Claro que se tratando de transfusão de sangue, todo o cuidado é pouco. Mas os critérios utilizados são quase que inadmissíveis. Nota-se que a preocupação não é só com a segurança dos pacientes, e sim mais uma forma de discriminação e preconceito.

E falando em doação, se você quiser ser doador só precisa:



  • Estar em boas condições de saúde e descanso
  • Ter entre 18 e 65 anos
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar alimentado, evitando ingerir alimentos gordurosos
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto
E claro, ser hetero!
(Isso sim é um absurdo)








quarta-feira, 13 de junho de 2012

As mais lindas histórias de amor

Sempre preferi filmes de terror ou suspense, mas não resisto a um drama básico que me faça chorar o filme inteiro.
Como o dia dos namorados foi ontem, resolvi fazer um post com os quatro filmes de amor mais lindos e que mais me emocionaram.

Um amor para recordar


O mais lindo romance de todos os tempos. Expõe questões como sonhos, perdas e escolhas.

Conta a história de Landon, um jovem rebelde e arrogante e Jamie a doce e conservadora filha do pastor da cidade. Os dois jovens se apaixonam, e Landon aproveita a oportunidade para tentar mudar sua imagem perante a comunidade, enquanto Jamie tenta esconder seu segredo de seus amigos.

“Jamie salvou minha vida. Ela me ensinou tudo... sobre a vida, esperança, e a longa jornada adiante. Sempre terei saudades dela. Mas o nosso amor é como o vento: não posso ver, mas posso sentir.”



Diário de uma paixão


Numa clínica geriátrica, Duke, um dos internos que relativamente está bem, lê para uma interna (com um quadro mais grave) a história de Allie Hamilton e Noah Calhoun, dois jovens que em 1940 se conheceram num parque de diversões. Eles foram separados pelos pais dela, que nunca aprovaram o namoro, pois Noah era um trabalhador braçal e oriundo de uma família sem recursos financeiros.

O filme trata principalmente das escolhas que temos que fazer durante a vida. Acho que nem preciso falar que chorei muito quando assisti.


“Posso ser divertido se quiser. Concentrado. Inteligente. Superticioso. Corajoso. E também um bom dançarino. Posso ser o que você quiser. Diga o que quer, e eu serei pra você.”



Doce novembro



Doce Novembro é um filme sobre o poder do amor de causar mudanças nas pessoas que se entregam ao sentimento. 

Nelson Moss é um publicitário que não tem tempo para nada, nem ao menos para sorrir. 
Sara é jovem e bonita, de bem com a vida, sorridente e encantadora, o oposto de Nelson.


Os dois acabam por ficar amigos e ela surge com uma inesperada e estranha proposta: passarem juntos o mês de novembro, nem um dia a mais, nem um a menos, e ela mudaria a vida dele para sempre.
Muito lindo mesmo. Vale muito a pena assistir.

“Se você for embora agora, o que tivemos será perfeito para sempre.”


Doce Lar



O filme é muito fofo gente. Claro que é mais comédia do que romance, mas é lindo.
Conta a história de Melanie e Jake que se apaixonam quando crianças, chegam a se casar mas acabam se separando. Quando Melanie resolve se casar de novo, volta a cidade para regularizar sua separação com Jake e aí eles se aproximam de novo.
A parte mais linda é que a mesma frase que a fez se apaixonar por ele na infância é que faz com ele volte pra ela no final do filme.


Ela: "- E por que você quer casar comigo?
Ele - Para eu poder te beijar quando eu quiser!"


segunda-feira, 4 de junho de 2012

Dias de tédio e tristeza...


É, acho que não é um dia muito bom.
Não queria que isso se transformasse num diário como milhões de outros blogs, mas hoje, só hoje queria dizer que não estou nada bem.
Ser a “ovelha negra” não tem lá muitos pontos positivos. A gente tenta se fazer de forte mas uma hora desaba, não tem jeito.
Disse ovelha negra porque sou diferente, a estranha, a louca, enfim, eu sou realmente uma exceção.
Mas a pior parte nem é essa. Pior do que ser diferente é viver num mundo de pessoas que, além de serem iguais, se esforçam para serem e querem que todo mundo seja também.



Na boa, às vezes não dá nem vontade de sair de casa. Porque de repente eu não vejo mais graça em nada, e não me interesso pelas coisas e acho tudo muito entediante. Aliás, acho que essa é a palavra: tédio. Maldita hora em que ele entra na nossa vida. Um dia entediada e pronto, todos os dias entediada. Isso é tipo uma doença contagiosa, credo!

Como disse a Tati Bernardi: Eu sofro sendo assim, eu sofro porque, quando você acha mais da metade do mundo babaca, você passa muito tempo sozinho."

Entende porque é tão angustiante isso tudo? Eu acho mais da metade do mundo babaca, ou seja, eu passo muito tempo sozinha.
Mas a solidão também não é o maior problema. A gente acaba se acostumando a ser sozinho. O pior mesmo é que não vai mudar sabe. Não vou acordar um dia e “viva, mudei de personalidade!” ou “como eu acho a humanidade incrível” ou pelo menos “eu me conformo com tudo”.
Eu não me conformo com coisa nenhuma. É por isso que tenho essa necessidade de que me escutem. Eu não quero ser igual ou mais uma. Eu não nasci pra me conformar com as coisas. Pode ser que não resolva, mas eu quero contrariar assim mesmo. Eu não vou ficar sorrindo sem vontade, e sendo simpática por educação.


Só porque o mundo exala superficialidade, não quer dizer que eu tenha que ser superficial também. Aliás, ninguém deveria ser né.
E as malditas “regras” surgem de novo. A gente faz tanta burrada só porque tem que seguir regras. Sinceramente pra mim já deu. Cansei dos outros me dizendo o que fazer, o que ouvir, o que vestir, como me comportar, como manter as aparências e ser coerente. Que se dane a coerência, eu quero mais é ser quem eu sou.
E o problema é esse. Não é ser sozinha e mal compreendida nem ser diferente. O problema é que eu sou teimosa. Eu me recuso a fazer parte, a concordar, quando eu quero, eu quero e pronto! E as pessoas não gostam de gente assim, mas nem pagando.
Nada melhor do que gente passiva que se aliena por qualquer coisa. Gente que vê beleza na submissão, no comum, no normal. E disso que o mundo gosta.
Mas eu não sou assim e acho que estou pagando um preço doloroso por isso.
Mas falar já ajuda bastante.
Obrigada pela atenção...



Biah